Exposição Online

15 Junho — 13 Julho 2020

Aveiro

Criatividade digital & tecnologia

Digital creativity & technology

O Criatech - Criatividade Digital e Tecnologia é um programa que promove arte e cultura em iteração com a tecnologia.

O Criatech Online é um evento que exibe peças artísticas criadas para ambientes digitais, utilizando-os também para talks, performances e experiências que podem ser usufruídas em plataformas digitais.

Bárbara NogueiraBeatriz CorreiaBorbála PappBoris Chimp 504Catarina LeeFrancisca Rocha GonçalvesInês Catarina PintoInês RodrigesJoão MeiraJoana ChicauLuca SabbadiniLuís ArandasLuís Lucas PereiraLuísa RibasMarco HelenoMiguel CarvalhaisMiguel NetoNevoazulRodolfo OliveiraRodrigo CarvalhoSamuel GonçalvesSara OrsiSummaryxCoAx

Exposição

Catarina Lee > 99 Eruptions Observed visitar instalação

Luís Arandas > [wire///loss] visitar instalação

Luís Lucas Pereira > Máquinas do Desassossego visitar instalação

Marco Heleno > TransparentPercepton visitar instalação

Sara Orsi > Whole Web Catalog visitar instalação

Summary > Off-Synthesis visitar instalação

Talks/ Masterclasses/ Performances

# 15/06, às 21h30 – Inês Catarina Pinto, com Bárbara Nogueira e Rodolfo Oliveira | Espaço Branco, Ecrã Preto + A Revolução Digital nas Artes ver talk

# 22/06, às 21h30 - Joana Chicau | A Web Page in Three Acts + Q&A (Sessão mediada por Inês Catarina Pinto) ver performance + Q&A

# 29/06, às 21h30 – Francisca Rocha Gonçalves | Ecoacústica na criação artística: redescobrindo paisagens sonoras nos oceanos (Sessão Mediada por Carlos Veríssimo) ver talk

# 06/07, às 21h30 – Miguel Carvalhais + Luísa Ribas | xCoAx 2020, um fórum para a arte e tecnologia (Sessão Mediada por Carlos Veríssimo) ver talk

# 13/07, às 21h30 – Miguel Neto + Rodrigo Carvalho | Red Quasar ver performance

Exposição

Catarina Lee

99 Eruptions Observed

99 Eruptions Observed

Visitar Site da Instalação

> Instalação Web

99 Eruptions Observed é um trabalho de visualização de erupções recentes de vulcões ativos. Parâmetros como a elevação dos vulcões, o índice de explosividade vulcânica ou o tipo de rocha mais abundante são traduzidos em parâmetros gráficos. Estas visualizações procuram assim atribuir uma nova expressão visual, e eventualmente sugerir um novo entendimento sobre a informação recolhida.

Luís Arandas

[_wire///loss_]

[_wire///loss_]

Visitar Site da Instalação

> Instalação Audiovisual Interativa

[_wire///loss_] é uma obra audiovisual que promove a sua mudança utilizando a internet como veículo da transmissão de dados. Contemplando os cânones da escultura sonora digital, permite interagir e modificar uma interface colaborativa e dispersa através do browser. Existe enquanto sistema distribuído que se expande por cada dispositivo ligado, utilizando o sistema de geração em rede, Akson.

Luís Lucas Pereira

Máquinas do Desassossego

Máquinas do Desassossego

Visitar Site da Instalação

> Instalação Interativa

As Máquinas do Desassossego consistem numa série de experiências com a manipulação de materialidades mediais e formas textuais que exploram o jogo livre dos significantes. Usam o Livro do Desassossego como base textual modular para desenvolverem uma série de aplicações baseadas em multimodalidades (texto, imagem, som, animação) e interações digitais recorrendo a permutações programadas em diferentes escalas (da letra à palavra e à frase). Quando consideradas como experiência de jogo, as Máquinas do Desassossego permitem-nos definir contextos de participação que modelam a jogabilidade enquanto gama de interações com objetos digitais. Quando consideradas como experiência textual, as Máquinas do Desassossego refletem sobre a inquietação da experiência e da imaginação, sobre a possibilidade de um prazer puramente estético e sobre a criação de sentido.

Marco Heleno

TransparentPercepton

TransparentPercepton

Visitar Site da Instalação

> Instalação Visual

À medida que as Redes Neuronais Artificiais ganham profundidade, o seu número de camadas aumenta, assim pode ocorrer na quantidade de Perceptrons por camada. Esta expansão aumenta o número de iterações de decisão, desenvolvendo uma complexidade iterativa no processo de tomada de decisão, transformando estes sistemas em caixas negras.

TransparentPerceptron é uma visualização que revela as acumuladas iterações de decisão do sistema mais elementar de uma Rede Neuronal Artificial: um Perceptron. O único data point e o objetivo a atingir, são ambos gerados aleatoriamente na inicialização do sistema. Cada iteração, fica menos desfocada à medida que se aproxima do objetivo.

Sara Orsi

Whole Web Catalog

Whole Web Catalog

Visitar Site da Instalação

> Instalação Interativa/ Aplicação Web

Tomando as ambivalências tanto do Whole Earth Catalog como da Internet, o Whole Web Catalog é um motor de busca em construção continua que explora o espaço entre uma comunidade global de partilha e todo um sistema de controlo. Ligado a vários serviços de informação e a bases de dados através de APIs abertas, o Whole Web Catalog é uma ferramenta de "mash up" para ferramentas já existentes, que compila a informação de forma a não se obter respostas unilaterais. Enquanto ferramenta alternativa aos motores de busca corporativos, também questiona a relevância da informação disponível em base de dados abertas.

Summary

Equipa: Samuel Gonçalves, João Meira, Inês Rodrigues, Borbála Papp Programação | VR: Luca Sabbadini

Off-Synthesis

Off-Synthesis

Visitar Site da Instalação

> Instalação Interativa

Off-Synthesis é um trabalho expositivo que aceita as restrições que a covid nos impõe, e que permite uma visita sem sair de casa, através do nosso telemóvel ou do nosso computador. Consciente das limitações que uma visita virtual acarreta – mais distrações, menos foco –, assume o caráter de um resumo. Apresenta-se aqui uma síntese, necessariamente imprecisa, de alguns exemplos que ajudam a construir a história da arquitetura modular e pré-fabricada (“offsite architecture”), através de imagens e modelos 3D manipuláveis. Selecionam-se oito edifícios que ilustram a heterogeneidade deste tipo de arquitetura, feita de materiais e de processos tão distintos, e com objetivos tão diversos como construir mais barato, mais rápido, em lugares inóspitos ou com pouca mão-de-obra.

Talks/ Masterclasses/ Performances

Inês Catarina Pinto, com Bárbara Nogueira e Rodolfo Oliveira

Espaço Branco, Ecrã Preto + A Revolução Digital nas Artes

Espaço Branco, Ecrã Preto + A Revolução Digital nas Artes

Ver Talk

Live Streaming

15 de Junho às 21h30

> 15/06, às 21h30

> Talk

No digital, tal como na arte, é necessário espaço branco para que a obra exista. Quando estamos fixados em preencher cada segundo do nosso tempo com gratificações instantâneas, o que se perde é a criatividade. Nesta conversa, a Inês Catarina Pinto, editora da revista Nevoazul, fala com a designer Bárbara Nogueira sobre a importância de recuperarmos o nosso tempo online e com o artista Rodolfo Oliveira sobre arte digital. Este último partilha connosco como se juntou a uma comunidade global de artistas que produzem arte na blockchain.

Joana Chicau

A Web Page in Three Acts + Q&A

(Sessão mediada por Inês Catarina Pinto)
A Web Page in Three Acts

Ver Performance + Q&A

Live Streaming

22 de Junho às 21h30

> 22/06, às 21h30

> Performance Visual de Código live

“A WebPage in Three Acts” é uma assemblage de experiências visuais codificadas ao vivo executada no web browser. O palco torna-se num palco aberto para o código híbrido que liga coreografia e programação web; corpo e linguagem. O ecrã do computador divide-se em dois palcos: “o palco propriamente dito”, a interface a que, habitualmente, o utilizador acede e os “bastidores”, ou a consola web nos quais as linguagens de programação correm. Na consola web, Joana Chicau convoca, justapõe e manipula diferentes acções de programação web baptizadas de acordo com conceitos coreográficos. A página, originalmente, preenchida por informação, é desconstruída, através elementos postos em movimento, revelando uma composição variada de elementos gráficos no ecrã. A estrutura da performance divide-se em três actos e inclui movimento físico.

Francisca Rocha Gonçalves

Ecoacústica na criação artística: redescobrindo paisagens sonoras nos oceanos

(Sessão Mediada por Carlos Veríssimo)
Ecoacústica na criação artística

Ver Talk

Live Streaming

29 de Junho às 21h30

> 29/06, às 21h30

> Talk

A Ecoacústica estuda a relevância do som como parte do um ambiente. No que concerne ao ambiente oceânico, os contributos sonoros podem ser naturais ou humanos (antropogénicos). Entender essas paisagens sonoras pode constituir uma poderosa ferramenta para antecipar a evolução deste tipo de ecossistemas. Portanto, as abordagens da ecoacústica podem ser consideradas um campo fascinante de melhoramento do vínculo entre ciências e arte, fornecendo o cenário para a exploração artística de material sonoro. Além disso, combinando ecoacústica com práticas criativas, podemos revelar o poder do som (e todos os seus componentes, como avibração ou o movimento de partículas) como uma forma de composição de paisagens sonoras imersivas, colocando-nos de fronte a conceitos e contextos de experiências sonoras interdisciplinares, com recurso à aura/auralidade, presença, imersão ou percepção sinestésica.

Miguel Carvalhais + Luísa Ribas

xCoAx 2020, um fórum para a arte e tecnologia

(Sessão Mediada por Carlos Veríssimo)
xCoAx Logo

Ver Talk

Live Streaming

06 de Julho às 21h30

> 06/07, às 21h30

> Talk

O xCoAx 2020 é uma edição on-line especial compatível com seu bem-estar e segurança. A 8ª Conferência, sobre Computação, Comunicação, Estética e X acontecerá de 8 a 10 de julho, em Graz. O xCoAx é uma experiência na qual público de várias nacionalidades se pode conhecer e trocar ideias, na procura de sinergias interdisciplinares, que podem unir computação, artistas, profissionais de media e teóricos forçando para mais longe os limites entre as artes digitais e a arte/cultura. As edições anteriores do xCoAx ocorreram em: Milão 2019; Madrid 2018; Lisboa 2017; Bergamo 2016; Glasgow 2015; Porto 2014; Bergamo 2013.

Miguel Neto + Rodrigo Carvalho

Red Quasar

Red Quasar

Ver Performance

Live Streaming

13 de Julho às 21h30

> 13/07, às 21h30

> Performance sonora, live a partir de local diferente dos visuais

> Performance visual, live a partir de local diferente da sonora

— um interlúdio na última missão “Vanishing Quasars” de Boris Chimp 504

Momentos antes de alcançar o disco de acreção do Quasar “WISE J1052+1519m”, Boris teve num sonho intenso onde nuvens interestelares de poeira vermelha vieram ao seu encontro, transmitindo mensagens audiovisuais subliminares. Mais tarde esta experiência revelou-se essencial para encontrar o caminho para o “quasar evanescente”.

Habituados a trabalhar através da web, devido a uma distância geográfica de 550km, Miguel (Faro) e Rodrigo (Porto) sempre se encontram eventualmente no mesmo espaço físico para apresentar espectáculos ou instalações audiovisuais. Devido à situação actual - e seguindo o desafio do Criatech - este será o seu primeiro espectáculo audiovisual em que não partilham o mesmo palco. Esperemos que se consigam encontrar algures no matrix.

Bárbara Nogueira

Bárbara Nogueira (1993) nasceu no Porto, é licenciada pela Escola Superior de Artes e Design em Design Comunicação (2014) e mestre pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto em Design Gráfico e Projetos Editoriais (2016), com a tese “A Palavra Escrita: Experiência de Leitura no Ecrã“. Colaborou, desde então, com os estúdios de design Surreal e Bürocratik, é Diretora Criativa e Designer da revista Nevoazul e atualmente trabalha como freelancer nas áreas de design editorial, direção de arte e web design.

Beatriz Correia

Beatriz Correia (S. Miguel, 1993) é designer gráfica e programadora criativa. É licenciada e mestre em Design e Multimédia pela Universidade de Coimbra. Atualmente é designer no estúdio FBA. em Coimbra. Paralelamente também trabalha como designer independente, especialmente para clientes na área cultural. É ainda responsável pelo desenvolvimento do site do Criatech desde da sua primeira edição. É membro-fundador da associação cultural Há Baixa, um coletivo multidisciplinar para a promoção e desenvolvimento de projetos de design e arquitetura social no Centro Histórico de Coimbra.

Mais info

Boris Chimp 504

Boris Chimp 504 - Miguel Neto (Som) e Rodrigo Carvalho (Visuals & Interactive Systems) - conta a história de Boris 504, um chimpanzé enviado à lua pelos soviéticos em 1969, ficando preso no espaço para sempre. Desde então, ele vem explorando o continuum espaço-tempo, pulando entre várias dimensões do universo. Com esse ponto de partida, Miguel e Rodrigo exploram a relação entre som e imagem desde 2010, mixagem de techno, psicadélica e noise, além de visuais áudio-reativos gerados em tempo real, criando uma viagem imersiva fortemente influenciada pela ficção científica, intercalando com descobertas científicas mais atuais e fundindo realidade e ficção numa narrativa própria. O Boris Chimp 504 apresentou performances interativas e instalações interativas em festivais como o Sonar (Barcelona), Mutek.Es (Barcelona), ADAF (Atenas), BAM (Liège), ECHO (Dubai), Stereolux (Nantes), Iminente (Lisboa) entre muitos outros.

Mais info

Catarina Lee

Catarina Lee é designer, docente e investigadora, cuja prática procura explorar sistemas audiovisuais baseados em dados e dirigidos por software. Tem-se focado no tema da transmutabilidade de dados digitais, com um interesse particular em dados textuais. É licenciada em Design de Comunicação e mestre em Design de Comunicação e Novos Media, pela Faculdade de Belas Artes de Lisboa. Em 2017 cofundou o projeto Temp Studio, um programa de artistas-em-residência focado em experiências digitais, com o objetivo de fomentar a produção de media art digital em Portugal. Em 2019 coorganizou o projeto educativo Container • Studio • School, um programa que juntou alunos e artistas num processo de aprendizagem colaborativa, em que se procurou promover pensamento crítico sobre temas relacionados com Arte, Design e Tecnologia.

Mais info

Francisca Rocha Gonçalves

Investigadora do Porto, onde vive e trabalha atualmente. Com formação em Ciências Biológicas, licenciada em Medicina Veterinária pala ICBAS (Universidade do Porto) e com mestrado em Multimédia - música interativa e Design de Som, pela FEUP (Universidade do Porto). Em 2017 acedeu ao doutoramento em Digital Media na FEUP (UP) no programa UT Austin | Portugal CoLab.

Combina os seus interesses em som, tecnologia, arte e ciência por forma a promover uma consciência ambiental na sociedade, bem como, de práticas de educação ambiental através de práticas artísticas e arte sonora. A sua grande paixão pela biologia e pela música levou-a numa demanda na prossecução de sinergias entre natureza e som. Ao conectar estes dois mundos, procura também encontrar novas abordagens musicais, quer através da composição, quer das apresentações ao vivo.

Mais info

Inês Catarina Pinto

Inês Catarina Pinto (Guarda, 1989) é licenciada em Ciências da Comunicação e mestre em Estudo dos Média e Jornalismo pela Universidade do Porto. Em 2016 fundou a revista impressa "Nevoazul", da qual é editora. Escreve sobre temas relacionados com a tecnologia, cultura da Internet e ferramentas digitais. A Inês trabalha como investigadora independente na área da comunicação digital e, duas vezes por mês, escreve a newsletter "A Internet num Telegrama".

Joana Chicau

Joana Chicau [PT/NL] é designer gráfica, programadora, investigadora – com formação em dança. O seu projeto transdisciplinar entrelaça design de media e ambientes web com performance e práticas coreográficas. Na sua prática investiga a intersecção do corpo com o ambiente construído, desenhado e programado, com o objetivo de alargar as formas como as ciências digitais são apresentadas e tornadas acessíveis ao público. Ela tem participado ativamente e organizado eventos com performances envolvendo codificação colaborativa multi-localização, improvisação algorítmica, discussões abertas sobre igualdade de gênero e ativismo.

Mais info

Luís Arandas

Performer e designer de som baseado no Porto. Luis Arandas está de momento inserido no programa UTAustin/Portugal em Digital Media e associado ao INESC-TEC pelo projeto Xperimus. Anteriormente no Braga Media Arts, tem como background um M.A em Música Interativa e Design de Som pela FEUP, e um B.A em Som e Imagem pela UCP. O foco principal do seu trabalho está na performance artística, novos media na arte e tecnologias da música. Durante a sua carreira já apresentou trabalho em formato performativo ou de instalação em locais como Fabbrica del Vapore, Dokkhuset Scene, NTNU, gnration and Teatro Municipal do Porto a partir de eventos como eNTERFACE, ICLI, xCoAx, WAC, Orbits festival e Semibreve Festival.

Mais info

Luís Lucas Pereira

Luís Lucas Pereira (PT) tem formação em Engenharia Informática e é investigador do Centro de Informática e Sistemas e do Centro de Literatura Portuguesa da Universidade de Coimbra. Co-criou o coletivo Maria Adelaide e o projeto Playsketch. Gosta de experimentar na intersecção da computação, literatura e novos media.

Mais info

Luísa Ribas

Luísa Ribas é doutorada em Arte e Design (2012), mestre em Arte Multimédia (2002) e licenciada em Design de Comunicação (1996) pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto. É professora assistente na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, onde leciona Design de Comunicação, com foco na complementaridade entre media impressos e digitais, nomeadamente nas áreas do projeto de design. Dedica-se à pesquisa e ao estudo de sistemas computacionais como artefactos estéticos, o seu design e experimentação, com foco em interatividade e audiovisualidade dos mesmos. Atualmente, é membro do CIEBA, Centro de Pesquisa e Estudos em Belas Artes e colaboradora do ID +, Instituto de Pesquisa em Design, Media e Cultura. Contribuiu para várias publicações sobre design e artes digitais, bem como para a organização de conferências internacionais como ICLI2014 ou xCoAx, sobre computação, comunicação, estética e X, desde 2017.

Mais info

Marco Heleno

Marco Heleno é um designer que estuda e desenvolve trabalhos nas áreas da visualização de informação, estética computacional e design de interação. Encontra-se atualmente focado no seu doutoramento em inteligência artificial explicável e estética computacional na NOVA Laboratory for Computer Science and Informatics (NOVA LINCS), Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade NOVA de Lisboa, um programa doutoral em Media Digitais, em colaboração com a Universidade do Porto e a Universidade de Austin, no Texas (EUA). Leciona na Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha (ESAD.CR), Politécnico de Leiria. Tem um mestrado em Tecnologia e Arte Digital pela Universidade do Minho e uma licenciatura em Design Gráfico e Multimédia pela ESAD.CR. Co-organiza ainda o festival de Vídeo e Artes Digitais (EVA) na ESAD.CR e o Processing Community Day, em Lisboa.

Mais info

Miguel Carvalhais

É designer e músico. É professor assistente da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto e investigador do INESC TEC, atualmente no V2_ Lab for the Unstable Media.

Colabora com Pedro Tudela no projeto @c desde 2000. Em 2003, iniciaram juntos a editora Crónica, onde editam e divulgam lançam música experimental e eletrônica.

Concluiu a tese de doutorado em 2011, publicando o livro Estética Artificial: Práticas Criativas em Arte e Design Computacional em 2016.

É cofundador da conferência xCoAx sobre Computação, Comunicação, Estética e X, com edições anteriores em Bergamo 2013, Porto 2014, Glasgow 2015, Bergamo 2016, Lisboa 2017, Madrid 2018, Milão 2019 e uma próxima edição em Graz 2020. Também colaborou na organização do simpósio (2014 em Viseu, 2017 em Ponta Delgada), ICLI 2014 e 2018.

Mais info

Miguel Neto

Miguel Neto (Faro, 1979) Músico, sound designer, artista digital e curador/produtor de eventos, tem um Mestrado em Artes Digitais (UPF, Barcelona). Interessa-se principalmente em trabalhar de forma multidisciplinar de forma a criar experiências multissensoriais. É o lado sonoro do projeto audiovisual Boris Chimp 504; como mEEkAlnUt explora a improvisação musical e tem vindo a realizar instalações sonoras; é ainda o curador das sessões de música e gastronomia experimentais “AVE” e do “AVE RARA FEST” na cidade de Faro.

Mais info

Nevoazul

Nevoazul é um magazine de conversas em prol da humanidade. Numa sociedade movida a informação, em que tão depressa estamos no papel de produtores, como no de consumidores, a Nevoazul explora a relação que temos com os meios de comunicação e a tecnologia.

Nunca na história tivemos acesso a tantos conteúdos, agora depende de nós usa-los em prol de um futuro melhor.

Com a Nevoazul, queremos questionar a relação que temos com os meios e perceber como podemos transformar a informação em conhecimento.

Mais info

Rodolfo Oliveira

Nasceu em 1977 e vive no Porto. Frequentou um curso de Pintura mas nunca o terminou; é um autodidacta de muitas técnicas que gosta de explorar temas simples. Em 2015, através das Oficinas TK, começou a realizar micro-edições de traduções de textos que o apaixonam, e a desenvolver as suas pesquisas através da gravura, cianotipia e fotografia. Em 2018 começou a concentrar-se em alguns 'new media' como os GIFs animados, o vídeo ou a modelação 3D e a Realidade Aumentada, e desde então tem realizado diversas edições digitais registadas na blockchain de Ethereum.

Mais info

Rodrigo Carvalho

Rodrigo Carvalho (Porto, 1983), designer multimédia & new media artist.

Licenciado em Design pela U.Aveiro (Aveiro, 2005), Mestrado em Artes Digitais pela U. Pompeu Fabra (Barcelona, 2009) e Doutorado em Medias Digitais pela U. Porto/UT Austin Colab (Porto, 2018). No seu trabalho explora visuais e dispositivos interativos para a criação de performances audiovisuais, instalações e espaços imersivos. É também lado visual do projeto BorisChimp504 e cofundador do estúdio criativo Openfield.

Mais info

Sara Orsi

Sara Orsi é web-designer, creative coder e investigadora, tendo a sua prática, como principal mote, o impacto dos media digitais na cultura contemporânea. Co-fundou do Arquivo 237 — um projecto cultural e educativo em Lisboa com foco nas áreas da Arquitectura, Design e Tecnologia —, e lecciona na ESAD.CR e na ETIC. Tem uma licenciatura em Arquitectura pela Universidade do Porto e um mestrado em Design de Comunicação e Novos Media pela Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, que concluiu com a dissertação Do Arquivo ao Novo.

Mais info

Summary

SUMMARY é um estúdio de arquitetura fundado em 2015 por Samuel Gonçalves, no UPTEC – Parque de Ciências e Tecnologia da Universidade do Porto. Procurando o equilíbrio entre pragmatismo e experimentalismo, este estúdio desenvolve soluções pré-fabricadas com o objetivo de responder a um desafio determinante da arquitetura contemporânea – acelerar e simplificar os processos construtivos.

Entre os vários trabalhos que esta equipa tem vindo a desenvolver, destaca-se o sistema modular GOMOS, que tem servido de base para vários projetos do atelier e que integrou a exposição principal da Bienal de Arquitetura de Veneza em 2016.

Em 2017, SUMMARY recebe o prémio Red Dot Award na categoria habitat, e é finalista do concurso internacional YAP, promovido pelo museu italiano de arte contemporânea MAXXI em parceria com o MoMA (Museum of Modern Art, EUA). Em 2018, SUMMARY integra a lista dos 40 ateliers de arquitetura e design emergentes mais promissores da Europa, selecionada pelo The European Centre for Architecture, Art, Design and Urban Studies.

Recentemente, SUMMARY tem vindo a partilhar a sua investigação no âmbito da arquitetura modular e pré-fabricada através do desenvolvimento de exposições baseadas em realidade virtual, que têm sido exibidas em diferentes instituições como o Boston Society of Architects (EUA), o Bauhaus Centenary (Alemanha) ou o Contemporary Arts Festival Budapest (Hungria).

Mais info

xCoAx

O xCoAx 2020 é uma edição on-line especial compatível com seu bem-estar e segurança. A 8ª Conferência, sobre Computação, Comunicação, Estética e X acontecerá de 8 a 10 de julho, em Graz. O xCoAx é uma experiência na qual público de várias nacionalidades se pode conhecer e trocar ideias, na procura de sinergias interdisciplinares, que podem unir computação, artistas, profissionais de media e teóricos forçando para mais longe os limites entre as artes digitais e a arte/cultura. As edições anteriores do xCoAx ocorreram em: Milão 2019; Madrid 2018; Lisboa 2017; Bergamo 2016; Glasgow 2015; Porto 2014; Bergamo 2013.

Mais info